05. O Calabouço da Morte

O Calabouço da Morte

O Calabouço da Morte

Título original em Inglês:
Deathtrap Dungeon

Título em Português (PT):
A Masmorra Infernal

Numeração original:
# 3

Autor:
Ian Livingstone

Lançamento (edição original):
29 de Março de 1984

Ilustrações:
Iain McCaig

Ilustração da capa por:
Iain McCaig

Tradução para Português-BR:

 

No interior do intrincado labirinto de Fang, horrores desconhecidos o esperam. Inumeráveis aventureiros já aceitaram o desafio da Prova dos Campeões antes de você, mas ninguém sobreviveu. Desenhado pela mente diabólica do Barão Sukumvit, o labirinto está cheio de armadilhas demoníacas e de pavorosas criaturas da escuridão para enganá-lo e testá-lo quase além dos limites da resistência humana!

Enfim! Um desafio à altura do mais experiente dos leitores da série. O Calabouço da Morte é um labirinto repleto de criaturas pavorosas e armadilhas mortais. Foi construído nas colinas próximas ao entorno da cidade-estado de Fang, capital da província de Chiang Mai, próximo às Montanhas do Dedo de Gelo, no norte de Allansia. Outrora uma pequena cidade que vivia da pesca no Rio Kok e das taxas cobradas pelos barqueiros que usavam o rio, hoje Fang é conhecida em todas as regiões civilizadas por um exótico torneio. Uma vez a cada ano é realizada na cidade a famosa “Prova dos Campeões”, onde os candidatos deverão realizar a “Caminhada”. Compreende um jogo mortal, onde os mais conhecidos heróis e guerreiros de todo Titan se inscrevem em busca de um fabuloso prêmio de 10.000 moedas de ouro – o sonho de aposentadoria para qualquer bravo aventureiro. Para conquistar a valiosa recompensa, o candidato deve percorrer os túneis ardilosos do labirinto de Fang conhecido como o Calabouço da Morte e atravessá-lo. Trata-se de uma masmorra tenebrosa, povoado por uma série de monstros assustadores, armadilhas criadas somente por mentes diabólicas e enigmas mortais. Seu arquiteto é o obscuro governante da cidade de Fang, Barão Sukumvit. O evento é uma das maiores atrações do ano, pois nos dias que antecedem a prova, centenas de pessoas de toda parte de Allansia e outros continentes visitam a cidade, que fica repleta de músicos, trovadores, artistas de rua, comerciantes, feiras, cuspidores de fogo e outras atrações. Desde que foi inaugurado, ninguém até hoje conseguiu chegar vivo à saída do Calabouço, que já ceifou a vida de dezenas de bravos contestantes o que, de certa forma, aumenta a ansiedade dos expectadores, que apostam em quem conseguirá atravessar em definitivo, o Calabouço.

Tentado pelo fabuloso prêmio, o então desconhecido herói viaja até Fang e se inscreve na prova mortal. Outros concorrentes disputarão o grande prêmio e não deixarão por menos: dois valentes bárbaros portando afiados machados; Uma ranger elfa muito bela; um cavaleiro trajando armadura de batalha completa e um sombrio ninja, armado com armas letais e silenciosas. Apesar de ser basicamente um livro de masmorra, a aventura é considerado por muitos como um dos mais difíceis de toda a série. E de fato essa proposição é correta. O desafio não compreende somente eliminar alguns Goblins e chegar até o outro lado, mais enfrentar vários dos monstros mais fortes de Allansia, trazidos dos fossos mais profundos e abjetos. Muitos possuem vários ataques especiais que podem eliminar o incauto aventureiro sem que este nem precise desembainhar a espada. As armadilhas também são muito diversificadas e a maioria delas significam fim de jogo, caso os dados ou a sorte não ajudem. Talvez o grande diferencial deste jogo para os outros esteja também pelo fato de que se deve usar muito mais a inteligência e o raciocínio do que nos livros anteriores. Há também os Juizes de Prova, servos do Barão Sukumvit que testarão as principais habilidades do leitor, jogando-o em intrigas e desafios onde um deslize significará sua condenação. Outro fator de grande interesse na história são os outros cinco concorrentes. Todos eles fortes guerreiros e candidatos. Durante a aventura o herói terá a oportunidade de passar por eles e o lance genial do autor aqui se faz: eles são seus inimigos, pois disputam a recompensa, mas ao mesmo tempo também querem sair do labirinto e sabem que toda ajuda será fundamental, por isso o aventureiro poderá encontrá-los no caminho – vivos ou mortos – e também formar alianças temporárias ou até mesmo ser caçado por algum deles. Eles poderão deixar uma grande dúvida na cabeça do leitor, mas o encontro com um deles, durante o percurso, é de grande importância e dá um brilho a mais ao desenvolvimento da história. De fato o destino dele pode até mesmo comover os mais entretidos e apaixonados leitores. É necessário encontrar uma dezena de itens que serão fator decisivo no caminhar do labirinto. Alguns o livrarão de ardilosos encontros; outros evitarão a morte certa e outros são fundamentais para a conclusão da aventura.

De todas as características formidáveis deste livro, talvez a mais marcante seja o seu elevado índice de dificuldade. Simplesmente os quatro últimos monstros do Calabouço possuem Habilidade de no mínimo 11! Podemos citar entre eles um Demônio do Poço, uma Mantícora e a temível Besta Sangrenta. Portanto as provisões devem ser usadas na medida certa. As situações de morte, tão temidas pelos leitores, também são escritas na dosagem certa. Cada uma delas é descrito com tantos detalhes que o leitor acaba sentindo uma certa angústia em várias situações. Livingstone conseguiu de fato se superar nesta aventura épica. Um livro escrito para aventureiros experientes. O autor conseguiu criar uma masmorra que se difere de muitas outras por conta das descrições minuciosas, dos enigmas bem dosados e da dificuldade que quase chega ao ápice do absurdo, mas que possui um fator fundamental: uma história com um enredo fantástico, imersa em uma criatividade sem precedentes e completamente original. As ilustrações de Ian McCaig também são perfeitas e muitas vezes assustadoras, o que mantém, de certa forma, o clima pesado e obscuro do Calabouço, principalmente a capa, de onde vemos a famosa Besta Sangrenta – realmente muitos leitores pensam duas vezes antes de entrarem no Calabouço da Morte só de olharem para a capa. Da série, é considerado o favorito de inúmeros fãs. Grande parte desta popularidade vem da imensa originalidade que o autor depositou neste trabalho fantástico, envolvendo o leitor em uma história tão prazerosa que o prenderá até o último parágrafo.

Notas e curiosidades:

  • “O Calabouço da Morte” é um dos livros mais populares da série e um dos poucos que inspiraram uma continuação, “Prova dos Campeões”, também escrito por Ian Livingstone. Outro livro também foi escrito posterior a esse; “Exército da Morte” que narra a continuação do aventureiro que terminou “Prova dos Campeões”, embora não possua mais nenhuma ligação com o labirinto de Fang.
  • Ian Livingstone nomeou “O Calabouço da Morte” como seu livro favorito da série.
  • Sozinho, este livro vendeu mais de 300.000 exemplares somente no Reino Unido em menos de um ano.
  • O autor, Ian Livingstone, aparece em uma participação especial na aventura como personagem: o prisioneiro maltrapilho, com a mão decepada que acompanha a ilustração da referência 210.
  • Barão Sukumvit, governante de Fang, possui um irmão mais novo que viria a ser o antagonista de “Prova dos Campeões” – Lorde Carnuss.
  • A cidade-estado de Fang, capital da província de Chiang Mai, foi criada após uma visita do autor à Tailândia. Muitos dos costumes e nomes do lugar (Rio Kok, Sukumvit, Chiang Mai, Igbut – Um dos juizes de prova) foram inspirados após esta visita.
  • A tradução brasileira cometeu um pequeno erro ao traduzir o nome da Mantícora (ou Manticore) em “Mantécora” (???).
  • O livro foi reeditado pela editora Wizard em 3 de Junho de 2002, com capa de Mel Grant.
  • No Brasil foi o quinto livro da série, publicado pela editora Marques Saraiva.

Localização: Norte de Allansia, Titan.
Localidades: Fang.
Referências: 400

Review por: Thiago Macieira

5 Respostas

  1. faltou sitar em “curiosidades” que existe um game do playstation que eh baseado neste livro!

  2. Eu tinha o livro mas minha prima perdeu ondo posso comprar ou baixar para imprimir…..
    me ajudem POR FAVOR!!!!!!!!

  3. Existe a versão em PDF e já tenho 15 quem precisar eu mando o meu mail é iceangel_boy@hotmail.com…só ando atrás do exercitos da morte e o abismo do mal, ainda não encontrei😦

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: